Porquê a Mediação?

Porque como meio alernativo de resolução de conflitos, permite ao cidadão resolver os seus próprios conflitos sem recurso aos tribunais judiciais.

Ao recorrer a este meio de justiça, o cidadão é investido de poder para resolver o conflito que o opõe a terceiros. São por isso as partes que, com a ajuda de um mediador certificado, chegam a uma solução amigável para o seu problema.

Venha conhecer esta nova realidade. Contacte-nos!

 

Lisboa

Curso de formação de mediadores de conflitos a habilitar para a prestação de serviços de mediação pública no âmbito dos julgados de paz

Reconhecido e certificado pelo Ministério da Justiça


O que é a Mediação de Conflitos:

A mediação de conflitos, é um meio alternativo de Resolução de Conflitos. É um método não adversarial que tem por objectivo ajudar as partes num conflito a chegar a um acordo de forma voluntária e sigilosa. O curso de mediação de conflitos, permitir-lhe-á, no futuro, concorrer às listas de mediadores dos Julgados de Paz a nível nacional.

  1. Esta formação de Mediação no âmbito da MEDIAÇÃO NO     ÂMBITO DOS JULGADOS DE PAZ visa dotar os interessados de competências para mediar conflitos no âmbito da     competência material do Sistema Público dos Julgados de Paz.

    Pretende-se ainda a promoção de uma mudança de atitude no modo de enfrentar os conflitos em que a     cooperação se sobrepõe à confrontação judicial, quer na prevenção, quer na resolução desse tipo de conflitos.

    Assim, com esta formação pretende-se capacitar os formandos não só para mediarem situações de conflito, mas também, em termos profissionais, ficarem habilitados para participarem na prevenção de conflitos.

 

Setembro/2015

Outubro

Novembro

Dezembro

Janeiro/2016

Fevereiro

Terça – 15

Terça – 6

Terça – 3

Terça- 1

Terça - 5

Terça – 2

Quarta -16

Quarta -.7

Quarta – 4

Quarta - 2

Quarta- 6

Quarta – 3

Terça – 22

Terça – 13

Terça – 10

Quarta – 9

Terça - 12

Quarta – 10

Quarta – 23

Quarta – 14

Quarta – 11

Quinta - 10

Quinta - 11

Terça - 29

Terça – 20

Terça – 17

Terça - 15

Terça - 19

Terça – 16

Quarta - 30

Quarta -21

Quarta – 18

Quarta -16

Quarta - 20

Quarta – 17

Terça – 27

Terça – 24

Terça - 26

Terça – 23

Quarta - 28

Quarta – 25

Quarta - 27

Quarta -24

Quinta - 25

  1. Todas as terças e quartas das 18h30 ás 23h00.

    Exceções:     Segunda quinzena de Dezembro – NATAL, quinta - dia 10 de Dezembro(em     substituição da terça-feira dia 8 de Dezembro), quinta – 11 de Fevereiro (em substituição do     dia 9 de Fevereiro – CARNAVAL, e quinta - dia 25 de Fevereiro –     ENCERRAMENTO DO CURSO

    180 Horas, compostas por 40 horas de temas de carácter     geral e 140 horas de temas de carácter específico.

 

Módulosdulos

Designação

1

A comunicação e o   simbólico

2

O conflito

3

Negociação e resolução tradicional   de conflitos.

4

Negociação cooperativa

5

A mediação

6

Os princípios   orientadores da mediação

7

Os aspectos éticos e   deontológicos da mediação

8

O mediador e a sua   postura, a função dos mediados

9

O papel dos advogados e   dos representantes das entidades intervenientes na mediação

10

A mediação preventiva –   detecção e prevenção dos conflitos e a mediação resolutiva

11

Os modelos

12

As fases do processo de   mediação, a sua prática e as técnicas em mediação

13

Julgados de Paz

  • O seu surgimento
  • A sua evolução
  • O seu        funcionamento

14

A tramitação dos   processos nos julgados de Paz e a sua competência material

15

Direito das Obrigações   – no âmbito da competência material dos Julgados de Paz

16

Direito das Coisas – no   âmbito da competência material dos Julgados de Paz

17

Direito do Arrendamento   Urbano – no âmbito da competência material dos Julgados de Paz

18

Outros meios   alternativos de resolução de conflitos:

* Conciliação e   Arbitragem

* Vantagens e   desvantagens

* O seu surgimento e   evolução em Portugal

19

O sistema judicial e a   sua articulação com os meios RAL - Vantagens e desvantagens

  1. Será utilizada uma metodologia expositiva com teorização, contrabalançada por metodologias     activas, que apelam à prática, ao desempenho e vivência de situações através da utilização de técnicas activas, nomeadamente: troca de experiências, rol playing, exercícios práticos e auto diagnósticos visando     uma visão mais clara das suas capacidades e competências, análise de estudos de caso e exploração de situações concretas das práticas     profissionais dos participantes.

    Todas as técnicas     aplicadas visam a tomada de consciência por parte dos formandos da sua     actuação em situação real, identificando os seus pontos fortes e     estabelecendo objectivos de progresso ao nível da sua eficiência e eficácia     profissional.

    Os nossos formadores são professores universitários e mediadores com mais de 10 anos de experiência,     tais como a Professora Doutora Susana Henriques, com a Mestre e Mediadora Katian Caria, com o Doutorando e Mediador António Amado, com a mediadora familiar e advogada Maria Flor Mendonça, Mediadora familiar e psicóloga Ilda João, com o Mediador Paulo Vargas de Sousa e com a Mediadora e Advogada Raquel Viegas.

    matéria dada;

    Relatórios semanais refletindo sobre as matérias e práticas     apreendidas na semana anterior bem como a evolução e suas dificuldades;

    Trabalho final sobre um tema a distribuir pela     entidade formadora, que deverá ser apresentado por escrito até uma semana     antes do fim do curso e oralmente no último dia do curso;

    Evolução e o seu empenho na aquisição de competências     de mediação ao longo do curso.

   

» Integração nas listas públicas dos Julgados de Paz [o curso capacita-o(a) a concorrer às listas Estatais de Mediação nos Julgados de Paz];

       

» Integração na lista de Mediadores privados do Estado tendo o conferindo força executiva aos acordos obtidos no âmbito do exercício desta atividade;

       

» Mediação a nível privado em escritórios, tanto os especializados em mediação como mesmo em escritórios de advogados que cada vez mais integram mediadores nas suas     equipas de profissionais

       
  1. Documentos necessários para a inscrição:

Fotocópia do Bilhete de Identidade e cartão de contribuinte/cartão de     cidadão

Certificado de habilitações

Curriculum Vitae

Ficha de Inscrição (a requerer à CONSULMED)

Coordenadores:

 Dr. Carlos Carvalho Cardoso

 Dra. Carla Fidalgo de Matos

Contactos:

                * 91 500 07 00     / 21 40 14 293

                * Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

»Valor da Inscrição: 100,00 €

» Valor do curso: 1.400,00     €  

» O valor do curso poderá     ser pago em 6 prestações mensais no valor de 233,33 € as primeiras cinco     prestações e de 233,35 € a última;

» A quem interessar, A     CONSULMED tem um acordo com a agência de São Domingos de Benfica do Banco Millennium     BCP, em Lisboa, com condições especiais para quem pretenda financiamento do     curso, para tal basta dirigir-se à agência referida e pedir para falar com     o Gerente mencionando o nome da CONSULMED.

» Descontos:

  • Para grupos de 2 ou mais pessoas.
  • Rua Ferreira     de Castro, lt. 387 – Loja A (traseiras), Lisboa
  • Perto do local onde se realiza o Rock – in –     Rio
  • TRANSPORTES:

CARRIS:     208; 755;                       794.     METRO: Estação da Bela Vista.

Attachments:
Download this file (Ficha_Pre-Inscricao_Lisboa.doc)Ficha_Pre-Inscricao_Lisboa.doc[FICHA DE iNSCRIÇÃO]56 kB

Editorial

A Consulmed tem uma nova sede.

Depois de mais de 10 meses em busca de uma solução para a questão da falta de um espaço para desenvolvermos os nossos projetos, conseguimos, com a colaboração da Câmara Municipal de Lisboa, encontrar uma nova casa.

Composta por 5 salas espaçosas, a nossa sede situa-se junto ao Parque da Bela Vista em Lisboa, numa zona sossegada e por isso local previlegiado para a boa prática da mediação de conflitos.

Impõe-se aqui deixar uma palavra de agradecimento à C.M.L. e em particular à Sra. Vereadora do Pelouro da Habitação e Ação Social, Arquitecta Helena Roseta, que numa visão vanguardista aderiu ao nosso projeto, entendendo ser bom para Lisboa e para os cidadãos, a criação de meios alternativos de resolução de conflitos.

Depois da necessária requalificação do espaço, poderemos voltar à nossa atividade regular, dando continuidade às “Jornadas de Mediação” (para o público em geral) e aos “Encontros de Mediação” (para os mediadores que queiram partilhar experiências).

Vamos já no próximo mês de março iniciar mais um curso de mediação familiar, já reconhecido pelo Ministério da Justiça, que se realizará nas instalações da Universidade Autónoma de Lisboa, nosso parceiro.

Muito em breve iniciaremos mais um curso de mediação de conflitos que habilitará mediadores a prestar serviço no âmbito dos Tribunais dos Julgados de Paz.

Temos projetos muito ambiciosos que esperamos poder concretizar.

Pretendemos, sem querermos ser pretensiosos, inovar nesta área dos meios alternativos de resolução de conflitos, onde há muito por fazer e onde muito já fizemos.

Gostariamos de poder contar com as centenas de mediadores de conflitos que querem trabalhar em prol da comunidade e que por diversas razões não conseguem exercer a atividade.

Convido-vos a todos a deixar sugestões ou comentários, tanto neste nosso “site”, como na página da Consulmed no Facebook.

Só com a ajuda de todos, mediadores e público em geral, poderemos continuar a crescer e a melhorar, contribuindo a final para uma sociedade mais justa e mais fraterna.

Só com a vossa ajuda poderemos trabalhar para conseguir a tão almejada paz social.

Um abraço amigo.

 

Carlos Carvalho Cardoso

Presidente da Direção

Carlos Cardoso

Newsletter Consulmed

Receba as novidades

Parcerias

logoiscad logogebalis5 barreiro camara municipal INSTITUTO-POLITECNICO-DE-CASTELO-BRANCO Logoess-ips LogoFigueirodosvinhos logoIPL LogoUAL

Free business joomla templates